19.07.2015

Santiago

Chile, Restaurantes
Santiago foi fundada no dia 12 de fevereiro de 1541 no Vale do Mapocho pelo conquistador extremeño Pedro de Valdivia, drenado pelo rio do mesmo nome. Por conselho do cacique Millacure funda-se a cidade ao lado esquerdo do rio junto ao Cerro Santa Luzia (ou Huelén). Seguindo as normas coloniales seu traçado foi desenhado pelo alarife Pedro de Gamboa.

Seu nome original era Santiago do Novo Extremo (Santiago de Nova Extremadura), em honra ao Apóstol Santiago santo patrão de Espanha. Sendo os primeiros anos um forte militar, depois converteu-se em capital da Capitania Geral de Chile. 

Palácio de La Moneda

O Palácio de La Moneda ou simplesmente La Moneda é a sede da Presidência da República do Chile. Também abriga o Ministério do Interior, a Secretaria Geral da Presidência e a Secretaria Geral do Governo.

Está localizado no centro da cidade de Santiago (Chile), entre as ruas Moneda (ao norte), Teatinos (a oeste), Morandé (a leste) e a Avenida “Libertador Bernardo O’Higgins” (ao sul). O palácio é ladeado por duas praças: ao sul, pela praça da Cidadania e, ao norte, pela Praça da Constituição.


Praça de Armas

É o coração de Santiago. Geograficamente é o quilômetro 0 e retrata o Chile profundo. Rodeada pelos prédios do Correio e da Municipalidade, seu traçado foi realizado em 1541 pelo próprio fundador da cidade, Pedro de Valdivia. A praça guarda prédios cívicos, culturais e religiosos. Destacam-se a Catedral e o Museu Histórico Nacional.

A um lado da praça se encontra a Catedral Metropolitana de Santiago, cuja construção terminou em 1775. Na parte oriental pode-se observar o Correio Central, a Municipalidade de Santiago e o Museu Histórico Nacional que está localizado no prédio que foi utilizado pela Real Audiência. Também há alguns locais comerciais ao redor, o mais famoso é o Portal Fernández Concha, construído em 1869. Todos os dias se reúnem pintores e retratistas, aficionados ao xadrez ao redor de múltiplos tabuleiros, além de diversos espetáculos de arte popular.




Mercado Central

Todo passeio no centro de Santiago deve acabar no Mercado Central, é lá que se encontra todos os tipos de frutos do mar do pacífico sul.
O Mercado Central de Santiago é no entanto famoso por sua alta culinária. Em seu interior estão tradicionais restaurantes de frutos do mar, como o La Joya de Pacifico, Donde Augusto e Galleón.







Claro que na hora de comer a gente teve que experimentar a tal da Centolla, que é um caranguejo gigante vindo da Patagônia. Prato tipico chileno que faz muito sucesso entre os brasileiros.


Comente pelo Facebook
Escreva o seu Comentário
* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que a sua foto apareça no comentário? Clique aqui!